26/04/07

Avaliação
Profº. Paulo


Charada:
Uma pessoa mora no 18º. Andar de um prédio de apartamentos. Todos os dias desce pelo elevador para ir ao seu local de trabalho. Ao final do expediente, retornando para casa, vai pelo elevador até o 13º andar e sobe os demais andares pela escada. Isso se repete todos os dias. Você saberia dizer por quê?

Entre diversas possibilidades; a pessoa no retorno do trabalho só conseguia apertar o botão até o 13º andar, pois seu braço não alcançava o botão do 18º andar.



Uma questão pedagógica:

Por que os alunos não aprendem?

Possibilidades levantadas:
- professor é “ruim”
- porque os alunos não freqüentam às aulas
- os alunos estão desmotivados
- aluno não é curioso
- não identifica a finalidade do que está sendo ensinado
- professor não motiva os alunos
- turno em que estuda
- “fone”
- só pensa em lazer
- problemas de casa (familiar)
- ambiente inadequado
- limite / orientação <=> família
- faltas de horizonte
- bloqueio da aprendizagem / dificuldade
- não tem professor

Diagnóstico:

O aluno aprende na escola (ou não) e também aprende fora dos muros escolares, na rua, em casa, com amigos, na igreja, na internet e em outros lugares.

Os modismos: aplicação da psicologia, fonoaudiologia, terapeuta, psicopedagogia.

Estudo de caso:
Magali é aluna da 6ª série de uma escola estadual. Durante o Conselho de Classe do 2º bimestre ,os professores de português, geografia, e história falaram que a menina apresentou muitas dificuldades nessas matérias, não tendo alcançado conceitos de aprovação. Magali apresentou bom desempenho em outras disciplinas conforme os conceitos apresentados pelos professores, principalmente em matemática. Os professores reunidos em Conselho, decidiram encaminhar à aluna as seguintes recomendações:

PRESTAR MAIS ATENÇÃO EM AULA
REALIZAR TODAS AS TAREFAS SOLICITADAS
PLANEJAR MAIOR TEMPO DE ESTUDO EM CASA

paulo.harcas@spsenac.br
pauloarca@bol.com.br

prazo até dia 8/05/07 (terça-feira)